É muito comum pessoas que moram em casa baixa aproveitar os fundos do terreno para construir uma edícula. Motivo? Aproveitar os fundo do terreno? Uma casa, por maior que seja, nunca é suficiente. Tem que ter um lugar para guardar as ferramentas, receber as visitas, servir de atelier, e outras inúmeras funções que, se feitas dentro da casa principal, viram bagunça.

Acontece que, muitas vezes o morador não faz um levantamento das suas necessidades reais, e a edícula acaba se tornando aquela coisa fria, empoeirada e úmida. 

A intenção desse post é auxiliar quem está construindo ou reformando a montar seu programa de necessidades e a partir dele, construir uma planta que supra essas necessidades.

Vejam a seguir três programas diferentes. Para cada um, elaborei uma planta como sugestão:

  • Visitas + Depósito

        Para famílias que recebem visitas com certa frequência e não possuem estrutura suficiente na casa principal, a edícula servirá para alojar os hóspedes. Deve ser limpa, seca (impermeabilizada contra qualquer umidade) e confortável. Dois quartos e um banheiro são suficientes, e devem ter espaço para anexar mais uma cama de solteiro, se necessário. Caso algum dos hóspedes tenha limitação física, deve-se estar atento às normas de acessibilidade (rampas, espaços mínimos de circulação, barras no banheiro). Uma sala fechada onde os hóspedes possam ficar a vontade antes de ir dormir também é interessante, e irá oferecer maior privacidade e conforto. Como também há a necessidade de um local para armazenar ferramentas, sobras de azulejos e etc., uma pequena faixa em uma das laterais (1,20m de largura é suficiente) com acesso externo é uma solução prática. Segue abaixo uma idéia de planta baixa para este programa de necessidades:

Imagem

  • Apoio piscina + Depósito + Churrasqueira

Casas com piscina necessitam de uma área de lazer coberta, permitindo um maior conforto para os dias de festa. Churrasqueira, cozinha completa e banheiro se fazem necessários, além de uma ducha externa. Os ambientes de convivência devem ser integrados, mas ao mesmo tempo segmentados por móveis baixos, permitindo o contato visual mas delimitando a área de preparo de alimentos. Dessa forma, os convidados podem se divertir sem atrapalhar o andamento da refeição! O depósito com acesso externo facilita o fluxo, e se for bem pensado, ainda sobra espaço para uma área de serviço, como no exemplo que criei!

Imagem

  • Atelier + Depósito + Visitas

Esse modelo é para aquelas famílias que além de hospitaleiras, possuem um artista em casa. Nada mais desconfortável do que ter de improvisar um canto para pôr a criatividade em prática. Artistas em potencial merecem um atelier com tudo que têm direito, um espaço ondem possam se fechar, esquecer do mundo e deixar a criatividade fluir. Além de uma área generosa, um lavabo também é essencial. Já para os hóspedes, como não sobraria área suficiente para uma sala com copa, o quarto deve suprir essas necessidades. Banheiro, um micro-ondas e um frigobar com uma bancada de apoio, televisão, armário e criados mudos são suficientes para receber com grande conforto. O depósito, como mostrado na sugestão abaixo, toma uma forma linear, permitindo a instalação de armários em toda sua extensão.

Imagem

Bom, espero que essas sugestões sejam úteis! Para maiores dúvidas, podem entrar em contato através dos comentários! 

Anúncios